Estudar no exterior - Intercambio - Connection Line
25 Anos
Redes Sociais

Facebook InstagramTwitter

Vistos

Aqui, disponibilizamos informações sobre vistos de entrada para os principais países.

África do Sul:

Brasileiros são isentos de necessidade do visto para cursos de até 90 dias. Acima dessa duração, deverão solicitar visto de estudante obrigatoriamente.

Austrália:

Visto de Turista – para estudar até 3 meses
Visto de Estudante – para estudar a partir de 3 meses

Lembre-se de que a vacina da febre amarela é indispensável para seu embarque.

Canadá:

Somos credenciado do consulado canadense e podemos dar entrada no seu visto

Visto de Turista – para estudar até 6 meses
Visto de Estudante – para estudar + de 6 meses

Estados Unidos:

Visto de Turista – para estudar até 3 meses com curso de meio-período
Visto de Estudante – para curso intensivo e a partir de 3 meses para curso de meio-período

Inglaterra:

Visto de Estudante (Tier 4) para até 06 meses

O Tier 4 é o visto mais comum para estudantes brasileiros. Curso com duração menor que 6 meses Se o seu curso for menor que 06 meses, não é necessário aplicar pro SVV (Student Visitor Visa, em inglês) antes da viagem. Você receberá o visto aqui na sua chegada ao aeroporto, desde que cumpra as outras condições da Imigração para entrar no Reino Unido.

Curso com duração superior a 6 meses

Os estudantes brasileiros que querem estudar no Reino Unido por um período máximo de6 meses não precisam requerer um visto do Brasil. Você receberá o Visto de Estudante Visitante na sua chegada na Inglaterra, mediante apresentação dos documentos de confirmação do seu curso ao oficial de Imigração. Enquanto o estudante estiver no Reino Unido como um visitante, não é possível trocar o visto e estender a sua permanência. Se o aluno deseja permanecer no Reino Unido como estudante, deve voltar para o Brasil e aplicar para o visto requerido.

Irlanda:

Brasileiros estão isentos de visto de entrada para viagens a turismo ou negócios com permanência de até 90 dias.

Visto de Estudante: O visto de estudante, é direcionado para aqueles que pretendem passar mais de seis meses no país tendo como propósito estudos. Diferentemente do visto de turismo, neste caso, o estudante poderá trabalhar 20h durante o período de estudos e 40h durante às férias. Para se enquadrar nesta categoria de visto é necessário se matricular em um curso com duração mínima de 25 semanas. Neste caso, além dos requerimentos básicos é preciso apresentar a carta de matrícula da escola onde irá estudar. Inicialmente o oficial  dará um visto temporário de um mês para que você tenha tempo para providenciar os demais itens necessários ao candidato a estudante no país, comprovando-se assim que você é um estudante genuíno. Esses documentos incluem: - Carta da escola, com curso de carga mínima semanal de 15h/aula por semana - Ter seguro governamental ou médico privado de uma empresa estabelecida na Irlanda - 3000 euros comprovados em extrato de uma conta em banco irlandês.

Nova Zelândia:

Visto de Turista: até 3 meses de curso
Visto de Estudante: curso de período integral com duração superior a 3 meses
Permissão para Trabalho: Segundo as novas regulamentações da imigração da Nova Zelândia, a partir de Janeiro de 2014, estudantes internacionais que desejam trabalhar na Nova Zelândia, devem obter o visto de estudante, se matricular em escolas de boa qualidade (Categoria 1 do NZQA), o curso deve ser de período integral (minimo de 20 horas de estudo por semana) e duração minima de 14 semanas. Com a nova permissão, os estudantes brasileiros poderão trabalhar 20 horas semanais durante sua estadia na Nova Zelândia.

Poderão trabalhar em período integral durante as férias do curso apenas estudantes em cursos de duração superior a 12 meses.